Campeonato Paulista de Futebol

Curiosidades, campeões e história do Campeonato Estadual de São Paulo.

Futebol

Campeonato Paulista de Futebol

Quem é o maior campeão estadual de São Paulo? Qual clube tem mais títulos estaduais do Campeonato Paulista? Confira nesta página!



História do Campeonato Paulista
O Campeonato Paulista de Futebol é a principal competição de futebol do estado de São Paulo. Organizado pela Federação Paulista de Futebol (FRF), o Campeonato Paulista é disputado ininterruptamente desde 1902. O campeonato estadual de futebol de São Paulo é o mais antigo o Brasil. O Campeonato Paulista de Futebol também é conhecido como Campeonato Paulista ou Paulistão.

A primeira edição do Campeonato Paulista foi chamada de Campeonato da Liga Paulista Foot-Ball de 1902. O torneio contou com apenas cinco equipes, todas da cidade de São Paulo: Sport Club Germania (atual Esporte Clube Pinheiros), Sport Club Internacional, Associação Atlética Mackenzie College, Club Athletico Paulistano e São Paulo Athletic Club (SPAC). Os clubes jogaram entre si em turno e returno. Como o São Paulo Athletic e o Paulistano empataram em número de pontos houve um jogo desempate, no qual o São Paulo Athletic venceu por 2 a 1 Paulistano e se sagrou o primeiro campeão paulista de futebol. Os dois gols do SPAC foram marcados pelo lendário Charles Miller, considerado o "pai" do futebol e do rugby no Brasil. Charles Miller foi o artilheiro do primeiro campeonato paulista em 1902 e também do campeonato paulista de 1904.

Divisões e clubes do Campeonato Paulista
Atualmente, o Campeonato Paulista é disputado por 89 equipes em quatro divisões entre janeiro e abril (1ª Divisão), entre janeiro e maio (2ª Divisão e 3ª Divisão) e entre abril a novembro (4ª Divisão). A 1ª Divisão (Série A1) tem 16 clubes; enquanto a 2ª Divisão (Série A2) e a 3ª Divisão (Série A3) são disputadas por 16 clubes cada; e a 4ª Divisão (oficialmente chamada de Segunda Divisão*) é disputada por 41 clubes.

* De 2001 a 2003, o Campeonato Paulista chegou a ter seis divisões. As seis divisões paulistas eram chamadas de: Série A1, Série A2, Série A3, Série B, Série B2 e Série B3. Este é um exemplo de como em alguns casos os nomes das divisões são definidos por letras, números e combinações de letras e números. Existem casos em que a Segunda Divisão tem outros nomes, o que faz com que em alguns estados a 3ª Divisão ou a 4ª Divisão de fato fossem nomeadas como "Segunda Divisão".

Promoção e Rebaixamento do Campeonato Paulista
Geralmente, dois clubes são rebaixados da Série A1 para a Série A2 do ano seguinte; dois clubes são promovidos da Série A2 para a Série A1 e dois clubes são rebaixados da Série A2 para a Série A3 do ano seguinte; dois clubes são promovidos da Série A3 para a Série A2 e dois clubes são rebaixados da Série A3 para a Segunda Divisão do ano seguinte; e dois clubes são promovidos da Segunda Divisão ara a Série A3 do ano seguinte.

Divisão - Promovidos - Rebaixados
Série A1 - Nenhum - 2
Série A2 - 2 - 2
Série A3 - 2 - 2
Segunda Divisão - 2 - Nenhum

Vagas para a Copa do Brasil e Série D do Campeonato Brasileiro através do Campeonato Paulista
O Estado de São Paulo é o atual 1º colocado no Ranking Nacional das Federações (RNF) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entre as 27 unidades federativas do Brasil. Esta posição possibilita à Federação Paulista de Futebol distribuir cinco vagas para a Copa do Brasil e quatro vagas para a Série D do Campeonato Brasileiro. Os dados do RNF são de dezembro de 2019.

Maiores campeões estaduais do Campeonato Paulista

Qual é o maior clube campeão estadual de São Paulo? O Corinthians é o recordista de títulos do Campeonato Paulista com 30 títulos, seguido do Palmeiras e Santos com 22 títulos cada e do São Paulo com 21 títulos. Estes quatro clubes detêm juntos 95 títulos paulistas de 129 títulos disputados entre 1902 a 2019.

A capital do estado, São Paulo, é a cidade com mais títulos do Campeonato Paulista, com 102 títulos, seguida de Santos com 22 títulos. Estas duas cidades detêm juntas 124 títulos paulistas de 129 títulos disputados entre 1902 a 2019.

Veja abaixo a lista dos campeões Paulistas de futebol. Estão incluídos os campeões da Primeira Divisão de São Paulo. Não estão incluídas nesta lista os campeões de turnos, campeonatos de divisões inferiores, torneios extras e campeonatos de amadores, aspirantes e juvenis deste estado.

Campeões do Campeonato Paulista
Ano - Campeão - Vice
1902 - São Paulo Athletic - Paulistano
1903 - São Paulo Athletic - Paulistano
1904 - São Paulo Athletic - Paulistano
1905 - Paulistano - Germânia
1906 - Germânia - SC Internacional
1907 - SC Internacional - Paulistano
1908 - Paulistano - Germânia
1909 - AA das Palmeiras - Paulistano
1910 - AA das Palmeiras - Americano
1911 - São Paulo Athletic - Americano
1912 - Americano - Paulistano
1913 - Paulistano (APEA) e Americano (LAF) - Mackenzie (APEA) e Ypiranga (LAF)
1914 - São Bento (APEA) e Corinthians (LAF) - Paulistano (APEA) e Campos Elíseos (LAF)
1915 - AA das Palmeiras (APEA) e Germânia (LAF) - Mackenzie (APEA) e Campos Elíseos (LAF)
1916 - Paulistano (APEA) e Corinthians (LAF) - A.A. São Bento (APEA) e União Lapa (LAF)
1917 - Paulistano - Palestra Itália
1918 - Paulistano - Corinthians
1919 - Paulistano - Palestra Itália
1920 - Palestra Itália - Paulistano
1921 - Paulistano - Corinthians e Palestra Itália
1922 - Corinthians - Palestra Itália
1923 - Corinthians - Palestra Itália
1924 - Corinthians - Paulistano
1925 - São Bento - Paulistano e Corinthians
1926 - Palestra Itália (APEA) e Paulistano (LAF) - Auto (APEA) e Germânia (LAF)
1927 - Palestra Itália (APEA) e Paulistano (LAF) - Santos (APEA) e Hespanha (LAF)
1928 - Corinthians (APEA) e SC Internacional (LAF) - Santos (APEA) e Paulistano (LAF)
1929 - Corinthians (APEA) e Paulistano (LAF) - Santos (APEA) e Ponte Preta (LAF)
1930 - Corinthians - São Paulo da Floresta
1931 - São Paulo da Floresta - Palestra Itália e Santos
1932 - Palestra Itália - São Paulo da Floresta
1933 - Palestra Itália - São Paulo da Floresta
1934 - Palestra Itália - São Paulo da Floresta
1935 - Santos (LPF) e Portuguesa (APEA) - Palestra Itália (LPF) e Ypiranga (APEA)
1936 - Palestra Itália (LPF) e Portuguesa (APEA) - Corinthians (LPF) e Ypiranga (APEA)
1937 - Corinthians - Palestra Itália
1938 - Corinthians - São Paulo
1939 - Corinthians - Palestra Itália
1940 - Palestra Itália - Portuguesa
1941 - Corinthians - São Paulo
1942 - Palmeiras - Corinthians
1943 - São Paulo - Corinthians
1944 - Palmeiras - São Paulo
1945 - São Paulo - Corinthians
1946 - São Paulo - Corinthians
1947 - Palmeiras - Corinthians
1948 - São Paulo - Santos
1949 - São Paulo - Palmeiras
1950 - Palmeiras - Santos e São Paulo
1951 - Corinthians - Palmeiras
1952 - Corinthians - São Paulo
1953 - São Paulo - Palmeiras
1954 - Corinthians - Palmeiras
1955 - Santos - Corinthians
1956 - Santos - São Paulo
1957 - São Paulo - Santos
1958 - Santos - São Paulo
1959 - Palmeiras - Santos
1960 - Santos - Portuguesa
1961 - Santos - Palmeiras
1962 - Santos - Corinthians e São Paulo
1963 - Palmeiras - São Paulo
1964 - Santos - Palmeiras
1965 - Santos - Palmeiras
1966 - Palmeiras - Corinthians
1967 - Santos - São Paulo
1968 - Santos - Corinthians
1969 - Santos - Palmeiras
1970 - São Paulo - Palmeiras e Ponte Preta
1971 - São Paulo - Palmeiras
1972 - Palmeiras - São Paulo
1973 - Santos e Portuguesa - Palmeiras
1974 - Palmeiras - Corinthians
1975 - São Paulo - Portuguesa
1976 - Palmeiras - XV de Piracicaba
1977 - Corinthians - Ponte Preta
1978 - Santos - São Paulo
1979 - Corinthians - Ponte Preta
1980 - São Paulo - Santos
1981 - São Paulo - Ponte Preta
1982 - Corinthians - São Paulo
1983 - Corinthians - São Paulo
1984 - Santos - Corinthians
1985 - São Paulo - Portuguesa
1986 - Inter de Limeira - Palmeiras
1987 - São Paulo - Corinthians
1988 - Corinthians - Guarani
1989 - São Paulo - São José
1990 - Bragantino - Novorizontino
1991 - São Paulo - Corinthians
1992 - São Paulo - Palmeiras
1993 - Palmeiras - Corinthians
1994 - Palmeiras - São Paulo
1995 - Corinthians - Palmeiras
1996 - Palmeiras - São Paulo
1997 - Corinthians - São Paulo
1998 - São Paulo - Corinthians
1999 - Corinthians - Palmeiras
2000 - São Paulo - Santos
2001 - Corinthians - Botafogo de Ribeirão Preto
2002 - Ituano - União São João
2003 - Corinthians - São Paulo
2004 - São Caetano - Paulista
2005 - São Paulo - Corinthians
2006 - Santos - São Paulo
2007 - Santos - São Caetano
2008 - Palmeiras - Ponte Preta
2009 - Corinthians - Santos
2010 - Santos - Santo André
2011 - Santos - Corinthians
2012 - Santos - Guarani
2013 - Corinthians - Santos
2014 - Ituano - Santos
2015 - Santos - Palmeiras
2016 - Santos - Audax
2017 - Corinthians - Ponte Preta
2018 - Corinthians - Palmeiras
2019 - Corinthians - São Paulo
2020 -

Campeões do Campeonato Paulista Extra
Ano - Campeão - Vice
1926 - Palestra Itália - Sírio
1938 - Palestra Itália - Corinthians

Campeões do Supercampeonato Paulista
Ano - Campeão - Vice
2012 - São Paulo - Ituano

Clubes Campeões do Campeonato Paulista
Clube - Cidade - Títulos estaduais de São Paulo (anos)
Corinthians - São Paulo - 30 (1914, 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937, 1938, 1939, 1941, 1951, 1952, 1954, 1977, 1979, 1982, 1983, 1988, 1995, 1997, 1999, 2001, 2003, 2009, 2013, 2017, 2018 e 2019)
Palmeiras - São Paulo - 22 (1920, 1926, 1927, 1932, 1933, 1934, 1936, 1940, 1942, 1944, 1947, 1950, 1959, 1963, 1966, 1972, 1974, 1976, 1993, 1994, 1996 e 2008)
Santos - Santos - 22 (1935, 1955, 1956, 1958, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967, 1968, 1969, 1973, 1978, 1984, 2006, 2007, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016)
São Paulo - São Paulo - 21 (1931, 1943, 1945, 1946, 1948, 1949, 1953, 1957, 1970, 1971, 1975, 1980, 1981, 1985, 1987, 1989, 1991, 1992, 1998, 2000 e 2005)
Paulistano - São Paulo - 11 (1905, 1908, 1913, 1916, 1917, 1918, 1919, 1921, 1926, 1927 e 1929)
São Paulo Athletic - São Paulo - 4 (1902, 1903, 1904 e 1911)
Portuguesa - São Paulo - 3 (1935, 1936 e 1973)
AA das Palmeiras - São Paulo - 3 (1909, 1910 e 1915)
Germânia - São Paulo - 2 (1906 e 1915)
S.C. Americano - Santos/São Paulo* - 2 (1912 e 1913)
Internacional - São Paulo - 2 (1907 e 1928)
São Bento - São Paulo - 2 (1914 e 1925)
Ituano - Itu - 2 (2002 e 2014)
São Caetano - São Caetano do Sul - 1 (2004)
Bragantino - Bragança Paulista - 1 (1990)
Inter de Limeira - Limeira - 1 (1986)

Cidades com mais títulos do Campeonato Paulista
Cidade - Títulos estaduais de São Paulo (anos)
São Paulo* - 102
Santos* - 22
Itu - 2
São Caetano do Sul - 1
Bragança Paulista - 1
Limeira Limeira - 1

* O Sport Club Americano foi fundado em Santos, mas em 1911o clube se transferiu para a cidade de São Paulo.

Campeões consecutivos do Campeonato Paulista

Veja a lista dos campeões consecutivos do Campeonato Paulista.

Tetracampeonatos
Paulistano - 1 vez (1916-17-18-19)

Tricampeonatos
Corinthians - 4 vezes (1922-23-24, 1928-29-30, 1937-38-39, 2017-18-19)
Santos - 3 vezes (1960-61-62, 1967-68-69, 2010-11-12)
Palmeiras - 1 vez (1932-33-34)
São Paulo Athletic (SPAC) - 1 vez (1902-03-04)

Bicampeonatos
São Paulo - 5 vezes (1945-46, 1948-49, 1970-71, 1980-81, 1991-92)
Santos - 4 vezes (1955-56, 1964-65, 2006-07, 2015-16)
Corinthians - 2 vezes (1951-52, 1982-1983)
Palmeiras - 2 vezes (1926-27, 1993-94)
Portuguesa - 1 vez (1935-36)
A.A. das Palmeiras - 1 vez (1909-10)
Paulistano - 1 vez (1926-27)
S.C. Americano - 1 vez (1912-13)

Maiores jejuns do Campeonato Paulista
Nos esportes, um jejum refere-se a casos em que um indivíduo ou uma equipe passou por um longo período de tempo sem atingir algum objetivo. Para uma equipe, isso geralmente se refere a um período prolongado de tempo sem ganhar um campeonato. Os jejuns ocorrem por várias razões, desde má administração até má sorte. Alguns jejuns também são popularmente atribuídos a uma maldição. Em inglês é usado o termo drought ou drouth (seca) para esta situação.

Veja abaixo os jejuns de títulos dos clubes Paulistas na Primeira Divisão do Campeonato Estadual de São Paulo (até 2020).

Clube - Anos sem vencer o Estadual - Último título estadual
Corinthians - 1 ano - 2019
Santos - 4 anos - 2016
Palmeiras - 12 anos - 2008
Ituano - 6 anos - 2014
São Paulo - 15 anos - 2005
São Caetano - 16 anos - 2004
Bragantino - 30 anos - 1990
Inter de Limeira - 34 anos - 1986
Portuguesa - 47 anos - 1973
Internacional - 92 anos - 1928
São Bento - 95 anos - 1925
AA das Palmeiras - 105 anos - 1915
Germânia - 105 anos - 1915
S.C. Americano - 107 anos - 1913
Paulistano - 109 anos - 1911

Artilheiros do Campeonato Paulista

Ano - Artilheiro - Clube - Gols
1902 - Charles Miller - São Paulo Athletic - 10
1903 - Álvaro - Paulistano e Herbert Boyes - São Paulo Athletic - 4
1904 - Herbert Boyes e Charles Miller - São Paulo Athletic - 9
1905 - Hermann Friese - Germânia - 14
1906 - Fuller - Germânia - 4
1907 - Léo - S.C. Internacional - 8
1908 - Peres - Paulistano - 6
1909 - Bibi - Paulistano - 9
1910 - Herbert Boyes - Clube Atlético São Paulo, Eurico - A. A. das Palmeiras e Rubens Sales - Paulistano - 10
1911 - Décio - S.C. Americano - 7
1912 - Arthur Friedenreich - Mackenzie - 16
1913 APEA - José Pedro, Luiz Alves, Renato e Whatley - Mackenzie, Luiz - A.A. das Palmeirase Mesquita - Paulistano - 3
1913 LPF - Décio - S.C. Americano - 7
1914 APEA - Arthur Friedenreich - Paulistano - 12
1914 LPF - Neco - Corinthians - 12
1915 APEA - Nazaré - A.A. das Palmeiras - 13
1915 LAF - Facchini - Campos Elíseos - 17
1916 APEA - Mariano - Paulistano e Ary Patusca - Santos - 8
1916 LAF - Aparício - Corinthians - 7
1917 - Arthur Friedenreich - Ypiranga - 15
1918 - Arthur Friedenreich - Paulistano - 25
1919 - Arthur Friedenreich - Paulistano - 26
1920 - Neco - Corinthians - 24
1921 - Arthur Friedenreich - Paulistano - 33
1922 - Gambarotta - Corinthians - 19
1923 - Feitiço - A.A. São Bento - 18
1924 - Feitiço - A.A. São Bento - 14
1925 - Feitiço - A.A. São Bento - 10
1926 APEA - Heitor - Palestra Itália - 18
1926 LAF - Filó - Paulistano - 16
1927 APEA - Araken - Santos - 31
1927 LAF - Arthur Friedenreich - Paulistano - 13
1928 APEA - Heitor - Palestra Itália - 16
1928 LAF - Arthur Friedenreich - Paulistano - 16
1929 APEA - Feitiço - Santos - 12
1929 LAF - Arthur Friedenreich - Paulistano - 16
1930 - Feitiço - Santos - 37
1931 - Feitiço - Santos - 39
1932 - Romeu Pellicciari - Palestra Itália - 18
1933 - Waldemar de Brito - São Paulo - 21
1934 - Romeu Pellicciari - Palestra Itália - 13
1935 APEA - Figueiredo - Ypiranga - 19
1935 LPF - Teleco - Corinthians - 9
1936 APEA - Carioca - Portuguesa - 18
1936 LPF - Teleco - Corinthians - 28
1937 - Teleco - Corinthians - 15
1938 - Elyseo - São Paulo - 13
1939 - Teleco - Corinthians - 32
1940 - Peixe - Ypiranga - 21
1941 - Teleco - Corinthians - 26
1942 - Milani - Corinthians - 24
1943 - Hércules de Miranda - Corinthians - 19
1944 - Luizinho - São Paulo - 22
1945 - Passarinho - São Paulo Railway e Servílio de Jesus - Corinthians - 17
1946 - Servílio de Jesus - Corinthians - 19
1947 - Servílio de Jesus - Corinthians - 19
1948 - Cilas - Ypiranga - 19
1949 - Friaça - São Paulo - 24
1950 - Pinga - Portuguesa - 22
1951 - Carbone - Corinthians - 30
1952 - Baltazar - Corinthians - 27
1953 - Humberto Tozzi - Palmeiras - 22
1954 - Humberto Tozzi - Palmeiras - 36
1955 - Del Vecchio - Santos - 23
1956 - Zezinho - São Paulo - 16
1957 - Pelé - Santos - 17
1958 - Pelé - Santos - 58
1959 - Pelé - Santos - 44
1960 - Pelé - Santos - 34
1961 - Pelé - Santos - 47
1962 - Pelé - Santos - 37
1963 - Pelé - Santos - 22
1964 - Pelé - Santos - 34
1965 - Pelé - Santos - 49
1966 - Toninho Guerreiro - Santos - 27
1967 - Flávio - Corinthians - 20
1968 - Téia - Ferroviária - 20
1969 - Pelé - Santos - 26
1970 - Toninho Guerreiro - São Paulo - 13
1971 - César - Palmeiras - 18
1972 - Toninho Guerreiro - São Paulo - 17
1973 - Pelé - Santos - 11
1974 - Geraldão - Botafogo-SP - 23
1975 - Serginho Chulapa - São Paulo - 22
1976 - Sócrates - Botafogo-SP - 15
1977 - Serginho Chulapa - São Paulo - 32
1978 - Juary - Santos - 29
1979 - Luís Fernando Gaúcho - América-SP - 27
1980 - Edmar - Taubaté - 17
1981 - Jorge Mendonça - Guarani - 38
1982 - Casagrande - Corinthians - 28
1983 - Serginho Chulapa - Santos - 22
1984 - Chiquinho - Botafogo-SP e Serginho Chulapa - Santos - 16
1985 - Careca - São Paulo - 23
1986 - Kita - Inter de Limeira - 23
1987 - Edmar - Corinthians - 19
1988 - Evair - Guarani - 19
1989 - Tôni - São José-SP e Toninho - Portuguesa - 13
1990 - Alberto - Ituano, Rubem - Guarani e Volnei - Ferroviária - 12
1991 - Raí - São Paulo - 20
1992 - Válber Costa - Mogi Mirim - 17
1993 - Viola - Corinthians - 20
1994 - Evair - Palmeiras - 23
1995 - Bentinho - São Paulo e Paulinho McLaren - Portuguesa - 20
1996 - Giovanni - Santos - 24
1997 - Dodô - São Paulo - 19
1998 - França - São Paulo - 12
1999 - Alex - Palmeiras - 12
2000 - França - São Paulo - 18
2001 - Washington - Ponte Preta - 16
2002 - Alex Alves - Juventus - 17
2003 - Luís Fabiano - São Paulo - 8
2004 - Vágner Love - Palmeiras - 12
2005 - Finazzi - América-SP - 17
2006 - Nilmar - Corinthians - 18
2007 - Somália - São Caetano - 13
2008 - Alex Mineiro - Palmeiras - 15
2009 - Pedrão - Grêmio Barueri - 16
2010 - Ricardo Bueno - Oeste - 16
2011 - Elano - Santos e Liedson - Corinthians - 11
2012 - Neymar - Santos - 20
2013 - William - Ponte Preta - 13
2014 - Alan Kardec - Palmeiras, Cícero - Santos, Léo Costa - Rio Claro e Luís Fabiano - São Paulo - 9
2015 - Ricardo Oliveira - Santos - 11
2016 - Roger - Red Bull Brasil - 11
2017 - Gilberto - São Paulo e William Pottker - Ponte Preta - 9
2018 - Borja - Palmeiras - 7
2019 - Jean Mota - Santos - 7
2020 -

Curiosidades do Campeonato Paulista

• O primeiro campeonato estadual reconhecido é o Campeonato Paulista de Futebol de 1902, o torneio contou com cinco equipes da cidade de São Paulo: Germânia (atual Pinheiros), Internacional, Mackenzie, Paulistano e São Paulo Athletic (SPAC). O São Paulo Athletic venceu o paulistano com dois gols de Charles Miller na final e se tornou o primeiro campeão paulista e também o primeiro campeão estadual brasileiro. O "pai" do futebol e do rugby no Brasil foi o artilheiro do primeiro campeonato estadual brasileiro. Charles Miller também foi artilheiro do campeonato paulista de 1904.

• O Sport Club Americano foi fundado na cidade de Santos, mas em 1911 se transferiu para a capital, São Paulo. Nos anos seguintes, o clube se tornou bicampeão paulista (1912 e 1913) já sediado na cidade de São Paulo. O clube que foi um dos responsáveis pela origem do Santos Futebol Clube, ficou sem perder um jogo oficial de 1911 a 1916. Foram 23 jogos com 15 vitórias e oito empates no campeonato paulista. Após o bicampeonato paulista de 1912/1913, o SC Americano não disputou mais os torneios oficiais. O clube retornou somente em 1916 Campeonato Paulista de Futebol de 1916 da LPF. O campeonato foi interrompido antes do tempo e o Corinthians foi declarado campeão. O Americano foi extinto no mesmo ano.

• O SPAC que já foi quatro vezes campeão paulista de futebol quatro vezes (1902, 1903, 1904 e 1911), mas que, atualmente, tem o seu departamento de futebol profissional desativado, destaca-se no rugby (também chamado de rúgbi ou râguebi), com diversas conquistas nacionais deste esporte. O clube também é considerado o clube que introduziu os jogos de badminton, hóquei sobre grama, squash e o rugby no Brasil.

• O Club Athletico Paulistano é o único tetracampeão paulista de futebol. O Paulistano conquistou o pentacampeonato em 1916, 1917, 1918 e 1919. O Paulistano fechou seu departamento de futebol no começo 1930, o clube era o atual campeão paulista e era o recordista de títulos no estado com 11 taças de campeão do Campeonato Paulista. Ainda hoje, o Paulistano só tem menos títulos de campeão paulista do que os quatro grandes do estado. Em 1930, grande parte dos elencos do Paulistano e da Associação Atlética das Palmeiras fundou o São Paulo Futebol Clube. O São Paulo herdou também o campo pertencente à Associação Atlética das Palmeiras, a chamada Chácara da Floresta. Atualmente, o Paulistano funciona como um clube poliesportivo.

• Em 1913 foi criada a Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA, originalmente Associação Paulista de Sports Athleticos) como uma dissidência da então Liga Paulista de Foot-Ball (LPF), a APEA organizou edições do Campeonato Paulista de Futebol entre 1913 e 1936. A Liga dos Amadores de Futebol (LAF) surgiu de uma cisão em 1926 da Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA) e organizou os campeonatos paulistas até 1929, quando acabou extinta. Em 1938 foi criada a Liga de Futebol do Estado de São Paulo (LFESP), entidade que organizou o Campeonato Paulista de Futebol entre 1935 e 1940 e considerada o embrião da atual Federação Paulista de Futebol (FPF), entidade que organiza o campeonato de São Paulo desde 1941. Atualmente, são reconhecidos como campeões paulistas os campeões destas ligas.

• Em 1933, o profissionalismo no futebol é oficializado no estado de São Paulo. Este foi o primeiro campeonato profissional de futebol no Brasil.

• Devido à Segunda Guerra Mundial, alguns clubes tiveram que mudar de nome para evitar associação às nações do Eixo. Quando o Brasil declarou guerra aos países que faziam parte deste bloco, o governo de Getúlio Vargas proibiu nomes que fizessem menção direta ou indireta à Alemanha, à Itália e ao Japão. O Palestra Itália teve de mudar seu nome para Sociedade Esportiva Palmeiras e o Sport Club Germania virou Esporte Clube Pinheiros.

• Pelé, considerado por muitos o maior jogador de todos os tempos, foi artilheiro do campeonato paulista nove vezes seguidas, entre 1957 a 1965. Pelé também foi artilheiro do Paulistão em 1969 e em 1973. O "Rei" detém o recorde de gols numa única edição do Campeonato Paulista. Pelé marcou 58 gols no Paulistão de 1958. Pelé foi campeão paulista dez vezes pelo Santos (1958, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967, 1968, 1969 e 1973).

• Em 1973, um erro de arbitragem fez com que Santos e Portuguesa fossem proclamados campeões do Campeonato Paulista. O árbitro Armando Marques errou na contagem na decisão de pênaltis e encerrou as cobranças, quando o placar marcava 2 a 0 para o Santos, embora a Portuguesa ainda tivesse duas cobranças. Depois de terminar a disputa, Armando Marques se deu conta do erro, mas a Portuguesa já havia deixado os vestiários. A FPF decidiu dividir o título de campeão paulista daquele ano.

• As entidades responsáveis pela organização do Campeonato Paulista foram: Liga Paulista de Foot-Ball - LPF (1902-1912); Associação Paulista de Esportes Atléticos - APEA, e LPF (1913-1916); APEA (1917-1925); APEA e Liga dos Amadores de Futebol - LAF (1926-1929); APEA (1930-1934); APEA e Liga Paulista de Futebol - LPF (1935-1936); Liga de Futebol Paulista - LFP (1937); Liga de Futebol do Estado de São Paulo - LFESP (1938-1940); e a Federação Paulista de Futebol - FPF (1941 até a atualidade).

• Atualmente, o Grupo Globo detêm os direitos de transmissão do Campeonato Paulista da Série A. Os jogos do Campeonato Paulista são transmitidos na TV aberta pela Rede Globo, na TV fechada pelo SporTV e no pay-per-view pelo Premiere FC. O Paulistão é transmitido em tevê aberta nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

• O São Paulo Futebol Clube venceu o Campeonato Paulista de Futebol de 1931. O clube, fundado em 1930, foi apelidado de São Paulo da Floresta. O clube foi extinto em 1935, e no mesmo foi refundado, mantendo o nome.

• Corinthians, Etti Jundiaí (atual Paulista de Jundiaí), Guarani, Palmeiras, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Caetano e São Paulo não participaram do Campeonato Paulista de Futebol de 200, vencido pelo Ituano. Esses clubes não competiram no Paulistão de 2002 para disputar o Torneio Rio-São Paulo de 2002. A Federação Paulista de Futebol criou o Supercampeonato Paulista de Futebol, com uma única edição, em 2002. Neste torneio participaram os três melhores times paulistas no Torneio Rio-São Paulo (Corinthians, São Paulo e Palmeiras) e o Ituano (Campeão Paulista de 2002). O São Paulo venceu o Ituano na final e se sagrou Supercampeão Paulista.

• O maior público do Campeonato Paulista ocorreu em 9 de outubro de 1977 no jogo Corinthians1 x 2 Ponte Preta. Estavam presentes 146.082 pessoas, sendo 138.032 pagantes.

• Dentro do Campeonato Paulista é disputado o Campeonato Paulista do Interior de Futebol. Inicialmente era um campeonato a parte, disputado pelas equipes que dificuldades de locomoção à capital e aos grandes centros de disputa do campeonato como Santos e Campinas. A Taça Competência, disputada entre 1917 a 1927, era uma competição entre os campeões do Campeonato Paulista da capital e Santos e os campeões do Campeonato Paulista do Interior. Em 2007, o Campeonato Paulista do Interior retornou premiando o clube do interior do estado de melhor campanha no Campeonato Paulista que não estejam nas semifinais, com exceção dos clubes da capital e do Santos. A Ponte Preta é a maior campeã deste torneio com seis títulos.

• A Taça dos Invictos é um troféu entregue aos clubes paulistas que permanecem invictos por uma determinada quantidade de partidas, dentro do campeonato paulista de futebol. O Corinthians é o atual detentor da Taça dos Invictos, devido às 28 partidas invictas no Campeonato Paulista, feito realizado entre 22 de janeiro de 2009 a 3 de fevereiro de 2010.

• O jogador Jorge Henrique de Souza foi campeão 11 vezes em em sete campeonatos estaduais: cearense (Ceará), pernambucano (três vezes pelo Náutico), paranaense (Atlético Paranaense), carioca* (Vasco da Gama), gaúcho (duas vezes pelo Internacional), catarinense (Figueirense) e paulista (duas vezes pelo Corinthians).

Saiba mais em: Curiosidades dos Campeonatos Estaduais de Futebol do Brasil

Clubes do Campeonato Campeonato Paulista

Veja a lista dos clubes em atividade, licenciados e extintos de todas as divisões do Campeonato Paulista.

Clubes em atividade do Campeonato Paulista
• Água Santa • América de Rio Preto • Amparo • Andradina • Assisense • Atibaia • Atlético Mogi • Bandeirante • Barcelona de Capela • Barretos • Batatais • Botafogo de Ribeirão Preto • Brasilis • Capivariano • Catanduva • Comercial • Corinthians • Desportivo Brasil • EC São Bernardo • Elosport • Fernandópolis • Ferroviária • Flamengo de Guarulhos • Francana • Grêmio Catanduvense • Grêmio Osasco • Grêmio Osasco Audax • Guarani • Guarulhos • Independente-SP • Inter de Bebedouro • Inter de Limeira • Itapirense • Itararé • Ituano • Jabaquara • Jaguariúna • José Bonifácio • Joseense • Juventus • Linense • Manthiqueira • Marília • Matonense • Mauá • Mauaense • Mirassol • Monte Azul • Nacional • Noroeste • Novorizontino • Oeste • Olímpia • Osvaldo Cruz • Palmeiras • Paulista • Penapolense • Ponte Preta • Portuguesa • Portuguesa Santista • Primavera • Red Bull Bragantino • Red Bull Brasil • Rio Branco • Rio Claro • Rio Preto • Santacruzense • Santo André • Santos • São Bento • São Bernardo • São Caetano • São Carlos • São José-SP • São Paulo • Sãocarlense • Sertãozinho • Taboão da Serra • Taquaritinga • Taubaté • Tupã • União Barbarense • União Mogi • União Suzano • Velo Clube • VOCEM • Votuporanguense (CAV) • XV de Jaú • XV de Piracicaba

Clubes licenciados, extintos e demais clubes do Campeonato Paulista
• AA das Palmeiras • AA Maranhão • AA São Bento • AA Votuporanguense • Albion • Aliança • Alumni • Americana (ex-Vasco da Gama) • Americano • Antarctica • Aparecida • Araçatuba • Ararense • Atlético Ararense • Bandeirantes • Barra Bonita • Barretos • Bauru • Boa Vista • Botucatuense • Brasília (Basc ou BAC) • Brittania • CA Audax • CA Ituano • Cafelândia • Campos Elíseos • CAP (Suzano) • Carioba • CASI • Catanduva EC • Central Brasileira • Comercial de Limeira • Comercial de São Paulo • Corinthians de Marília • Corinthians de Votorantim • Corintians de Presidente Venceslau • CREIX • Cruzeiro-SP • CS América • EC Americano • Esportiva • Estrada Sorocabana • Estrela de Ouro • Estrela de São Carlos • Estudantes de São Paulo • Estudantes Paulista • Expresso São Carlos • Fada • Ferroviária de Botucatu • Ferroviário de Araçatuba • Fortaleza Clube • GE Catanduvense • Golfinho • Graphica • Grêmio Atlético Vicentino • Guairense • Guarani de Adamantina • Guarani Sumareense • Hydecroft • Ideal • Independência • Independente (Tietê-São Paulo) • Internacional de Santa Bárbara d'Oeste • Internacional de Santos • Internacional-SP • Irmãos Romano • Ítalo • Ituveravense • Lemense • Light & Power • Litoral • Luzitano • Mackenzie College • Madrugada • Minas Gerais • Minister • Monte Alto • Motoristas • Ordem e Progresso • Orlândia • Osan • Palestra Itália de São Carlos • Palmital • Paulista de Araraquara • Paulistano • Paysandu • Paysandu FC • Ponte Preta Sumaré • Produtos Cachoeira • Providro • Prudentina • Rafard • Regente Feijó • Rinópolis • Rio Branco de Ibitinga • Riolândia (RAC) • Ruggerone • Ruy Barbosa • Sant'Anna • São Bento de Marília • São Bento de São Caetano do Sul • São Caetano EC • São Carlos Clube • São Joaquim • São Paulo da Floresta • São Paulo Gaz Company • São Paulo Railway Company • São Simão • Scottish Wanderers • Sete de Setembro de Americana • Sílex • Sorocabano • Sport Luzitano • Tião Maia • Tietê • Tremembé • Tupi • União Fluminense • União Lapa • União Possense • União Valinhense • Usina Santa Bárbara • Vila FC • Volkswagen Clube • Voluntários da Pátria • Ypiranga

Ficha de São Paulo

Bandeira de São Paulo   Brasão de São Paulo
Bandeira de São Paulo e Brasão de São Paulo

Região: Sudeste
Capital: São Paulo
Gentílico: paulista
São Paulo faz divisa com: Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro.
Mesorregiões: 15
Microrregiões: 63
Municípios: 645
Área: 248.808,8 km² (12º maior Estado)
População: 40.442.795 habitantes - IBGE/2005 (Estado mais populoso do Brasil)
Densidade: 160,1 habitantes/km² (3º Estado com mais densidade de habitantes)
Climas: subtropical, tropical de altitude e tropical
Fuso Horário: GMT-3 (horário de Brasília).

Indicadores de São Paulo:
Analfabetismo: 5,4% (2003)
Mortalidade infantil: 14,9% (2003)
Expectativa de vida: 73,4 anos
Índice Gini: -
IDH de São Paulo: 0,820 PNUD/2000
PIB de São Paulo: R$ 494.813.616,00 (2003) = 31,8% do PIB do Brasil
PIB per capita: R$ 12.619,00 (2002)
Quem nasce em São Paulo é: paulista (paulistano é quem nasce na capital)
Sigla: SP
Hino do Estado de São Paulo em mp3: n/d

Mapa de São Paulo
Mapa de São Paulo

História dos Campeonatos Estaduais de Futebol do Brasil

O Brasil é um país continental. Alguns estados brasileiros são maiores do que muitos países. A impossibilidade de se criar um campeonato em âmbito nacional gerou a criação de campeonatos estaduais quando o futebol começou a se popularizar. A tradição destes campeonatos ainda resiste e é um dos motores das rivalidades das equipes do mesmo estado. Saiba nesta página qual o campeonato estadual mais antigo do país, qual o clube que tem mais títulos estaduais no país, entre outras curiosidades dos campeonatos estaduais de futebol do Brasil. Saiba mais em: História dos Campeonatos Estaduais de Futebol do Brasil

• Site oficial da Confederação Brasileira de Futebol - CBF.

Campeonatos Estaduais de Futebol do Brasil

História : Campeões : Campeões consecutivos (bicampeões, tricampeões, etc) : Campeões do Século XX : Campeões do Século XXI : Clássicos estaduais : Curiosidades : Estatísticas : Artilheiros : Assistências : Maiores goleadas : Clubes : Clubes em atividade : Clubes com mais participações : Maiores torcidas : Turnos : Torneios extras : Divisões : Campeonatos Amadores : Taça dos Invictos : Campeonato do Interior : Torneio Início : Troféu : Bola oficial : Video game : Jogos na TV : Jogos na Internet : Jogos no Rádio : Notícias : Fotos : Vídeos : Estádios : Premiação : Árbitros : Jogadores : Treinadores : Ingressos : Média de público : Uniformes e Camisas : Campeonatos estaduais mais antigos do Brasil : Campeonatos estaduais com mais edições : Clubes que disputam campeonatos estaduais em outros estados : Campeonatos Estaduais da Região Centro-Oeste : Campeonatos Estaduais da Região Nordeste: Campeonatos Estaduais da Região Norte : Campeonatos Estaduais da Região Sudeste : Campeonatos Estaduais da Região Sul

• Campeonato Estadual do Acre - Campeonato Acriano
• Campeonato Estadual de Alagoas - Campeonato Alagoano
• Campeonato Estadual do Amapá - Campeonato Amapaense
• Campeonato Estadual do Amazonas - Campeonato Amazonense
• Campeonato Estadual da Bahia - Campeonato Baiano
• Campeonato Estadual do Ceará - Campeonato Cearense
• Campeonato Estadual do Distrito Federal - Campeonato Brasiliense
• Campeonato Estadual do Espírito Santo - Campeonato Capixaba
• Campeonato Estadual de Goiás - Campeonato Goiano
• Campeonato Estadual do Maranhão - Campeonato Maranhense
• Campeonato Estadual de Mato Grosso - Campeonato Mato-Grossense
• Campeonato Estadual de Mato Grosso do Sul - Campeonato Sul-Mato-Grossense
• Campeonato Estadual de Minas Gerais - Campeonato Mineiro
• Campeonato Estadual do Pará - Campeonato Paraense
• Campeonato Estadual da Paraíba - Campeonato Paraibano
• Campeonato Estadual do Paraná - Campeonato Paranaense
• Campeonato Estadual de Pernambuco - Campeonato Pernambucano
• Campeonato Estadual do Piauí - Campeonato Piauiense
• Campeonato Estadual do Rio de Janeiro * - Campeonato Carioca / Campeonato Fluminense
• Campeonato Estadual do Rio Grande do Norte - Campeonato Potiguar
• Campeonato Estadual do Rio Grande do Sul - Campeonato Gaúcho
• Campeonato Estadual de Rondônia - Campeonato Rondoniense
• Campeonato Estadual de Roraima - Campeonato Roraimense
• Campeonato Estadual de São Paulo - Campeonato Paulista
• Campeonato Estadual de Santa Catarina - Campeonato Catarinense
• Campeonato Estadual de Sergipe - Campeonato Sergipano
• Campeonato Estadual do Tocantins - Campeonato Tocantinense

* O título oficial do Campeonato Carioca é Campeonato Estadual do Rio de Janeiro. O gentílico (o que designa um indivíduo de acordo com o seu local de nascimento) "carioca" é oficialmente destinado apenas para os que nascem na cidade do Rio de Janeiro. Já o gentílico do estado do Rio de Janeiro, incluindo a capital do estado, é "fluminense". Alguns anos após a fusão do estado da Guanabara (cidade do Rio de Janeiro) com o antigo estado do Rio de Janeiro, o Campeonato Fluminense foi extinto. O atual Campeonato "Carioca", portanto, deveria ser denominado "Campeonato Fluminense".


Leia também

 

Curso de Trader Esportivo

Você já imaginou fazer da sua paixão uma fonte de renda? Aprenda a operar na melhor casa de trade esportivo do mundo, do básico ao avançado, desde o processo de criação da conta, até a as operações financeiras. Saiba como se transformar num especialista de Trader Esportivo!


Faça agora o Curso Trader Esportivo

Quem somos

O QuadroDeMedalhas.com é um site de todos os esportes. Fundado em 2006 por pessoas que gostam e admiram os mais diversos eventos esportivos. Confira aqui a programação, história, regras e as principais competições esportivas.


Contato

Sugestões? Informar erros? Dúvidas? Entre em contato.

Próximos Eventos Esportivos

Eurocopa 2020
Eurocopa 2020 Eurocopa