Artilheiros da Copa Libertadores da América 2008 | Artilheiros da Copa Santander Libertadores 2008 (antiga Taça Libertadores de América) | Artilheiros brasileiros | Primeira Fase | Artilheiros da Edição 2008 da Taça Libertadores
 
 
Aplicativo de Táxi na sua cidade? Clique aqui!   |   Que tal fazer um intercâmbio para estudar e trabalhar no exterior?   |   Saiba o número de DDD das operadoras e das cidades
 
 
Publicidade




 
Artilheiros da Copa Libertadores da América 2008

A LDU do Equador venceu o Fluminense no Maracanã nos pênaltis e conquistou a 49ª edição da Copa Libertadores. O torneio de clubes mais importante da América começou no dia 30 de janeiro com os jogos da Primeira Fase. Foram 38 equipes lutando pelo título que vale vaga para o Campeonato Mundial de Clubes da FIFA em dezembro.

Artilharia da da Copa Libertadores 2008
Resultado final

8 gols
Cabañas - América - México
Marcelo Moreno - Cruzeiro - Brasil

7 gols
Marioni - Atlas - México
Palermo - Boca Juniors - Argentina
Thiago Neves - Fluminense - Brasil
Abreu - River Plate - Argentina

6 gols
Molina e Kléber Pereira - Santos - Brasil
Adriano - São Paulo - Brasil
Washington - Fluminense - Brasil

5 gols
Biscayzacú - Colo-Colo - Chile
Ramires - Cruzeiro - Brasil
Urbano - Cúcuta - Colômbia
Marcinho - Flamengo - Brasil
Bolaños - LDU - Equador

4 gols
Palacio e Riquelme - Boca Juniors - Argentina
Dodô - Fluminense - Brasil
Sand - Lanús - Argentina
Pintos - Real Potosí - Bolívia
Falcao - River Plate - Argentina
Bergessio e Silvera - San Lorenzo - Argentina

3 gols
Esqueda - América - México
Leguizamón - Arsenal - Argentina
Villagra - Atlético Nacional - Colômbia
Orellana e Villanueva - Audax - Chile
Cícero e Conca - Fluminense - Brasil
Acosta - Lanús - Argentina
Bieler, Manso e Urrutia - LDU - Equador
González - San Lorenzo - Argentina
Botinelli - Universidad Católica - Chile

2 gols
Cervantes e Iñigo - América - México
Calderón e Bottaro - Arsenal - Argentina
Colotto e Flores - Atlas - México
Córdoba e Galván Rey - Atlético Nacional - Colômbia
Battaglia e Dátolo - Boca Juniors - Argentina
Vargas e Castellín - Caracas - Venezuela
Álvarez - Cerro Porteño - Paraguai
Salazar - Chicó - Colômbia
Ávila e Santana - Chivas - México
Vassallo - Cienciano - Peru
Guilherme e Wagner - Cruzeiro - Brasil
Verón e Desábato - Estudiantes - Argentina
Thiago Silva - Fluminense - Brasil
Guerrón - LDU - Equador
Cuevas - Libertad - Paraguai
Fornaroli e Richard Morales - Nacional - Uruguai
Candía - Real Potosí - Bolívia
Cerutti - San José - Bolívia
Lima - Santos - Brasil
Abente - Sportivo Luqueño - Paraguai
Gutierrez - Universidad Católica - Chile

1 gol
Higuaín, Mosqueda e Márquez - América - México
Biagini e Bottaro - Arsenal - Argentina
Achucarro, Medina, Torres e Mendivil - Atlas - México
Arrué e Valencia - Atlético Nacional - Colômbia
Brolin, Ramos e Romero - Audax - Chile
Cáceres, Gracián, Neri Cardoso e Paletta - Boca Juniors - Argentina
Rentería e Valencia - Caracas - Venezuela
Cabrera - Cerro Porteño - Paraguai
Caneo e Pacheco - Chicó - Colômbia
Arellano, Pineda, Rodríguez e Solís - Chivas - México
Guevara, Júlio García, Sawa e Solis - Cienciano - Peru
Barrios, Fierro, Jorquera, Moya e Rojas - Colo-Colo - Chile
Fabrício e Thiago Heleno - Cruzeiro - Brasil
Macnelly Torres - Cúcuta - Colômbia
Bardaro, Abelenda, Irala, Lembo e Malrechauffe - Danubio - Uruguai
Ferradas e García - Deportivo Cuenca - Equador
Pérez, Alayes, Benítez, Maggiolo, Lazzaro e Moreno - Estudiantes - Argentina
Bruno, Diego Tardelli, Juan, Léo Moura, Obina, Renato Augusto, Souza e Toró - Flamengo - Brasil
Gabriel e Roger - Fluminense - Brasil
Clavijo - La Paz - Bolívia
Blanco, Biglieri, Fritzler, Pelletieri, Valeri, Salomón e Velázquez - Lanús - Argentina
Campos, Méndez, Cancino e Obregón - LDU - Equador
Lopez, Olivera e Samudio - Libertad - Paraguai
Pereira e Dos Santos - Brasil - Mineros - Venezuela
Barone, Cardaccio, Liguera, Vera e Victorino - Nacional - Uruguai
Quiñonez - Olmedo - Equador
Loayza, Ribeiro, Suarez, Galindo e Tardio - Real Potosí - Bolívia
Abelairas, Archubi, Ortega, Rios e Rosales - River Plate - Argentina
García e Saucedo - San José - Bolívia
Romeo, Chavez e Torres - San Lorenzo - Argentina
Kléber, Domingos, Quiñonez e Trípodi - Santos - Brasil
Alex Silva, Aloísio, Dagoberto e Miranda - São Paulo - Brasil
Duarte, Esquível, Gigena, Hermosilla, Nuñez e Servin - Sportivo Luqueño - Paraguai
Figueroa, Mea Vitalli e Heiber Díaz - Unión Maracaibo - Venezuela
Medel - Universidad Católica - Chile
Leguizamon, Ovelarm, García e Silva - Universidad San Martín - Peru

Gols contra:
• Ayala do Atlas (México) para o Boca Juniors (Argentina)
• Cáceres do Boca Juniors (Argentina) para o Atlas (México)
• Canga do Deportivo Cuenca (Equador) para o Estudiantes (Argentina)
• Cervantes do América (México) para o River Plate (Argentina)
• Díaz do Arsenal (Argentina) para a LDU (Equador)
• Lancken do Unión Maracaibo (Venezuela) para o Colo-Colo (Chile)
• Ntamak do Chicó (Colômbia) para o Audax (Chile)

Todos os artilheiros da Copa Libertadores da América
Alberto Spencer, maior artilheiro da Copa Libertadores da América com 54 gols e Daniel Onega, maior artilheiro de uma única edição da Copa Libertadores da América com 17 gols pelo River Plate em 1966 Alberto Spencer do Peñarol é o maior goleador da Taça Libertadores. Nascido no Equador e naturalizado uruguaio, Alberto Pedro Spencer Herrera fez 54 gols entre 1960 a 1972, destes 48 gols marcados pelo Peñarol e 6 gols pelo Barcelona de Guayaquil. Spencer também foi o artilheiro da primeira edição da Copa Libertadores da América, marcando 7 gols pelo Peñarol em 1960. O maior artilheiro em uma única edição foi o argentino Daniel Onega, com 17 gols pelo River Plate em 1966. Confira a lista com todos os artilheiros da Copa Libertadores da América.

Países da América Latina com os melhores IDH em 2017
Confira no vídeo quais são os países da América Latina com as melhores posições no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) divulgado em 2017.
Fonte do vídeo: quetalviajar

 
  Copa Libertadores da América 2008 - Copa Santander Libertadores - Edição 2008
Clubes : Tabela : Primeira Fase : Segunda Fase (Grupos) : Oitavas : Quartas : Semifinal : Final : Brasileiros : Cruzeiro : Flamengo : Fluminense : Santos : São Paulo : Artilheiros : Jogos na TV

  Copa Libertadores da América - Taça Libertadores de América
História : Campeões : Campeões Invictos : Clubes : Recordes : Curiosidades : Artilheiros : Estatísticas : Brasileiros : Troféu : Bolas oficiais

Edições - 1948 (Campeonato Sul-americano de Clubes Campeões) | 1960 : 1961 : 1962 : 1963 : 1964 : 1965 : 1966 : 1967 : 1968 : 1969 : 1970 : 1971 : 1972 : 1973 : 1974 : 1975 : 1976 : 1977 : 1978 : 1979 : 1980 : 1981 : 1982 : 1983 : 1984 : 1985 : 1986 : 1987 : 1988 : 1989 : 1990 : 1991 : 1992 : 1993 : 1994 : 1995 : 1996 : 1997 : 1998 : 1999 : 2000 : 2001 : 2002 : 2003 : 2004 : 2005 : 2006 : 2007 : 2008 : 2009 : 2010 : 2011 : 2012 : 2013 : 2014 : 2015 : 2016 : 2017 : 2018 : 2019 : 2020 : 2021 : 2022 : 2023 : 2024 : 2025 : 2026 : 2027 : 2028 : 2029 : 2030 : 2031 : 2032 : 2033

 
Publicidade


Site oficial da Copa Libertadores da América