História da Copa São Paulo de Futebol Júnior

História da Taça São Paulo de Juniores | História da Copinha

Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha) Foto:Jimmy Baikovicius

História da Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha)

A Copa São Paulo de Futebol Júnior, também chamada de Taça São Paulo de Juniores ou Copinha, é um torneio sub-20 disputado desde 1969.



História da Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha)

Confira nesta página as informações da história da Copa São Paulo de Futebol Júnior - competição organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF) que inclui clubes de todo o Brasil e, eventualmente, de outros países. A Copinha é a "maior" competição de futebol júnior do Brasil, disputada por clubes juniores de todo o país.

Quando começou a Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha)?

A Copa São Paulo de Futebol Júnior foi originalmente chamada de Taça São Paulo de Juniores. A competição criada em 1969 era parte dos Jogos Comemorativos de Fundação do Aniversário de São Paulo, promovidos por ocasião do 415º aniversário da cidade, e que incluía também a disputa de outras modalidades além do futebol, como: basquete, futebol de salão, handebol e pedestrianismo (caminhada).

Para o torneio de futebol a prefeitura de São Paulo desejava realizar um torneio entre os clubes profissionais do município para a promoção dos Jogos. Entretanto, os atletas profissionais dos clubes estavam em período de férias. A solução foi criar um campeonato para a categoria juvenil. Na primeira edição da "Copinha" apenas quatro equipes paulistanas participaram: Corinthians, Palmeiras, Juventus e Nacional. Realizado em apenas dois dias com três jogos (dois das semifinais disputados na véspera do aniversário da cidade e a final no dia 25 de janeiro) no Centro Educacional e Esportivo Vicente Ítalo Feola, no bairro da Vila Nova Manchester, o Corinthians venceu Nacional e se sagrou o primeiro campeão da Copinha.

O Corinthians além de ser o primeiro campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior também é o maior vencedor do torneio com dez títulos; seguido do Fluminense, com cinco; e São Paulo e Internacional, com quatro títulos cada. Alguns clubes que foram campeões brasileiros na categoria profissional ainda não venceram a Copinha como: Palmeiras (dez títulos do Campeonato Brasileiro e nenhum da Copinha); Bahia, Botafogo e Grêmio (dois Campeonatos Brasileiros cada); Athletico Paranaense, Coritiba e Sport (um Campeonato Brasileiro cada). Alguns clubes venceram a Copinha, mas ainda não conquistaram a primeira divisão do Campeonato Brasileiro: Ponte Preta, Nacional-SP, Portuguesa, Juventus-SP, América-SP, América Mineiro, Paulista, Roma Barueri, Marília, Santo André e Figueirense.

A Copa São Paulo de Futebol Júnior foi organizada pela Secretaria Municipal de Esportes da Prefeitura de São Paulo até a edição de 1986. No ano seguinte, o então prefeito Jânio Quadros decidiu cancelar o evento devido aos custos da Taça São Paulo (que já era disputada por 32 clubes). O torneio voltou a ser disputado em 1988, desta vez uma parceria da Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo e a Federação Paulista de Futebol (FPF). Desde 2010, a Federação Paulista de Futebol (FPF) passou a organizar sozinha a competição.

Tradicionalmente, a Copa São Paulo de Futebol Júnior é disputada para que a final seja disputada em 25 de janeiro (dia do aniversário da cidade de São Paulo). A primeira edição que foi disputada em apenas dois passou a ser jogada em quase todo o mês de janeiro. Em algumas edições a Copinha começou no final do ano anterior e em outras ocasiões foi disputada antes do aniversário da cidade: 19 de janeiro em 1989 e 6 de março em 1971. As edições de 1980, 1981 e 1982 foram decididas em dezembro do ano anterior!

A primeira equipe fora da capital a disputar o torneio foi o Santos, na segunda edição da Copinha em 1970. No ano seguinte, o torneio foi ampliado e passou a incluir equipes de outros estados. A primeira edição com 11 equipes paulistas e cinco equipes de outros estados: Minas Gerais (Atlético Mineiro), Paraná (Coritiba), Rio Grande do Sul (Grêmio) e a Guanabara * (Botafogo e Fluminense).

* A Guanabara foi um estado criado em 1960 após a mudança da capital do Brasil do Rio de Janeiro para Brasília. Em 1834 a cidade do Rio de Janeiro foi transformada em Município Neutro, permanecendo como capital do império, enquanto Niterói passou a ser a capital da província do Rio de Janeiro. Posteriormente, o Município Neutro tornou-se o Distrito Federal. Em 1960, o antigo Distrito Federal passou a se chamar o Estado da Guanabara (com apenas uma cidade, o Rio de Janeiro), separado do Estado do Rio de Janeiro. Os dois estados foram reunificados em 1975. O Campeonato do Distrito Federal passou a se chamar Campeonato Estadual da Guanabara em 1960 e durou até 1979, quatro anos após a fusão da Guanabara com o Estado do Rio de Janeiro. O Campeonato Fluminense de Futebol foi disputado entre 1915 e 1978. No ano seguinte foi criado o Campeonato Estadual do Rio de Janeiro (compreendendo as equipes da cidade do Rio de Janeiro e do Estado do Rio de Janeiro). O campeonato é popularmente chamado de Campeonato Carioca, mas deveria ser chamado de Campeonato Fluminense, já que o gentílico "carioca" compreende apenas os que nasceram na cidade do Rio de Janeiro, enquanto aqueles que nasceram em todo estado, incluindo a capital são chamados de "fluminenses". A adoção do termo Campeonato Carioca se deve pelo fato que o campeonato era chamado assim antes da fusão e também pela popularidade do Fluminense Football Club. Não soaria esquisito dizer que o Flamengo, Botafogo, Vasco ou até o Fluminense foram campeões fluminenses?

A Copinha é um torneio que serve como revelação de grandes jogadores, por este motivo que muitos "olheiros", jornalistas, torcedores e empresários aguardam-na com muita atenção. A Copa São Paulo de Futebol Júnior é uma oportunidade de descoberta de novos talentos do futebol brasileiro.

Equipes estrangeiras também participaram da Copinha. O Providencia do México foi o primeiro clube fora do país a participar da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Além desta equipe mexicana outros clubes estrangeiros participaram da Copinha: os argentinos Vélez Sarsfield (1981 e 1982) e Boca Juniors (1993), os japoneses Nagoya Grampus (1994), Yomiuri Verdy (1996) e Kashiwa Reysol (2014), o Bayern de Munique da Alemanha (1985), o Universidad de Guadalajara do México (1988), o Cerro Porteño do Paraguai (1994 e 1997), o Peñarol do Uruguai (1993), o Al-Hilal da Arábia Saudita (2010) e a Academia de Futebol Pérolas Negras (2016 e 2017) - equipe de futebol haitiana com sede em Resende-RJ, criada por uma ONG após o terremoto que devastou o país em 2010. Também participaram a Seleção Japonesa Sub-20 (1995) e a Seleção Chinesa Sub-20 (1997). O melhor desempenho de uma equipe ou seleção estrangeira foi a do Kashiwa Reysol em 2014. O clube japonês foi o único entre os estrangeiros a passar da Primeira Fase. O Kashiwa Reysol ficou em segundo lugar em seu grupo, mas foi eliminado pelo Santos na Segunda Fase.

Em 2010 a FPF mudou o regulamento. A competição naquela edição passou a admitir apenas atletas da categoria sub-18. O torneio passou a ser chamado de Copa São Paulo de Futebol Sub-18. Em 2013 o torneio voltou a ser disputado por equipes sub-20.



Títulos da Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha) por equipe:
De 1969 a 2020

10 títulos - Corinthians
5 títulos - Fluminense e Internacional
4 títulos - Flamengo e São Paulo
3 títulos - Atlético Mineiro e Santos
2 títulos - Nacional-SP, Ponte Preta e Portuguesa
1 título - América Mineiro, América-SP, Cruzeiro, Figueirense, Guarani, Juventus, Marília, Paulista*, Roma**, Santo André e Vasco da Gama

* O Paulista era chamado de Lousano Paulista quando foi campeão da Copinha em 1997. O clube mudou de nome para Etti Jundiaí no ano seguinte, mas voltou a ser chamado de Paulista em 2002.
* O Roma Esporte Clube era chamado de Roma Barueri quando foi campeão da Copinha em 2001. Atualmente o clube está sediado na cidade paulista de Itapetininga.



Títulos da Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha) por Estado:
De 1969 a 2020

Estado - Títulos (Porcentagem de títulos)
São Paulo - 30 títulos (58,8%)
Rio de Janeiro - 10 títulos (19,6%)
Minas Gerais - 5 títulos (9,8%)
Rio Grande do Sul - 5 títulos (9,8%)
Santa Catarina - 1 título - (2,0%)



Títulos da da Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha) por Região:
De 1969 a 2020

Região - Títulos (Porcentagem de títulos)
Sudeste* - 45 títulos (88,2%)
Sul - 6 títulos (11,8%)
Nordeste - 0 títulos (0%)
Centro-Oeste - 0 títulos (0%)
Norte - 0 títulos (0%)

Tags: Copa São Paulo de Futebol Júnior | Tabela da Copa São Paulo de Futebol Júnior | Gols da Copa São Paulo | História da Copa SP | Todos os campeões da Copinha | Classificação da Copa SP | Resultado e tabela dos jogos da Taça São Paulo | Clubes da Copinha | Recordes da Copa SP | Curiosidades da Copa São Paulo | Artilheiros da Copa SP | Tabela da Copinha) | Gols da Copinha | História da Copa São Paulo de Futebol Júnior | Todos os campeões da Copa São Paulo de Futebol Júnior | Classificação da Copa SP | Resultado da Copa São Paulo | Tabela dos jogos da Copinha | Jogo da Copa São Paulo | Próximo jogo da Copa São Paulo de Futebol Júnior | Clubes da Copa São Paulo | Recordes da Copinha | Curiosidades da Copinha) | Artilheiros da Copinha | Jogadores revelados na Copinha | Revelações da Copa SP | Quem se destacou na Copa SP | Nomes curiosos da Copa São Paulo | Artilheiro da Copinha

• Site oficial da Federação Paulista de Futebol (FPF).

Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha)

História : Campeões : Campeões Invictos : Clubes : Clubes estrangeiros : Curiosidades : Artilheiros : Estatísticas : Troféu : Bola oficial : Video game : Jogos na TV : Jogos na Internet : Jogos no Rádio : Notícias : Fotos : Vídeos : Estádios : Premiação : Árbitros : Jogadores : Nomes curiosos : Treinadores : Assistências : Ingressos : Uniformes e Camisas

Edições da Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha) - 1969 : 1970 : 1971 : 1972 : 1973 : 1974 : 1975 : 1976 : 1977 : 1978 : 1979 : 1980 : 1981 : 1982 : 1983 : 1984 : 1985 : 1986 : 1987 (cancelada) : 1988 : 1989 : 1990 : 1991 : 1992 : 1993 : 1994 : 1995 : 1996 : 1997 : 1998 : 1999 : 2000 : 2001 : 2002 : 2003 : 2004 : 2005 : 2006 : 2007 : 2008 : 2009 : 2010 : 2011 : 2012 : 2013 : 2014 : 2015 : 2016 : 2017 : 2018 : 2019 : 2020 : 2021 : 2022 : 2023 : 2024 : 2025 : 2026



 

As dez melhores cidades para viajar em 2020

Veja o vídeo quais são as das dez melhores cidades para viajar em 2020. Esta seleção foi feita por centenas de colaboradores da maior editora de guias de viagem do mundo. Eles escolheram os destinos com as melhores atrações para você conhecer em 2020.


Fonte: Quetalviajar

Quem somos

O QuadroDeMedalhas.com é um site de todos os esportes. Fundado em 2006 por pessoas que gostam e admiram os mais diversos eventos esportivos. Confira aqui a programação, história, regras e as principais competições esportivas.


Contato

Sugestões? Informar erros? Dúvidas? Entre em contato.

Sites recomendados

Gattopardo Pro - Mentoria e Análise de Desempenho Digital
Cadê Meu Táxi?
Qual DDD?
Qual DDI?
Quadro de Medalhas
Qual TV por Assinatura
Que Tal Viajar
Só Passagem de Avião
Só Passagem de Ônibus
Tudo de Carros

Próximos Eventos Esportivos

Eurocopa 2020
Eurocopa 2020 Eurocopa