Automobilismo

Confira a história do Automobilismo e as principais competições.

Corrida da Nascar

História do Automobilismo

As corridas de automóveis começaram logo após a construção dos primeiros carros movidos a gasolina. Elas foram influenciadas pelas já populares corridas de carroça.



Em 1894, um teste de confiabilidade para determinar o melhor desempenho foi organizado pela revista parisiense Le Petit Journal entre Paris para Ruão. 69 carros participaram da Concours des Voitures sans Chevaux (Competição de Carros sem Cavalos), uma corrida de 50km que servia como classificatória para a corrida principal de 127 km. O conde Jules-Albert de Dion chegou em primeiro com o tempo de 6 horas e 48 minutos, entretanto a vitória foi contabilizada ao segundo lugar, Georges Lemaître, porque o carro do conde contava com um acessório proibido.

Após o término da Segunda Guerra Mundial o automobilismo teve um rápido crescimento em todo o mundo. Em 1950, a Fórmula 1 foi criada com o intuito de unificar as corridas de Grand Prix (Grande Prêmio).

Quais são os campeonatos de automobilismo?

FIA:
• Campeonato mundial de Fórmula 1
• Campeonato mundial de Rally
• Campeonato internacional de Fórmula 3000
• Campeonato GT
• Campeonato mundial de Karting CIKA
• Campeonato europeu de Touring Car
• Copa Europeia de Caminhões
• Copa mundial de Rally Cross-Country
• Campeonato Drag
• Campeonato europeu de Autocross
• Campeonato europeu de Rallycross
• Copa de energias alternativas

Monolugares:
• Fórmula 1
• Fórmula Indy
• GP2

Ralis:
Campeonato do Mundo de Ralis
Rali de Monte Carlo
Rali de San Remo
Rali Paris-Dakar

Stock Cars:
• NASCAR
• Busch Series
• Craftsman Truck Series

Esportivos:
American Le Mans Series
24 Horas de Le Mans
12 Horas de Sebring
1000 Km de Monza
1000 Km de SPA
1000 Km de Nürburgring
24 Horas de Daytona
Mil Milhas Brasil.

Corridas em piso de terra:
Baja 1000

Recordes e curiosidades da Fórmula 1

Confira os recordes as curiosidades da competição mais importante do automobilismo mundial. Dados de 1950 a abril de 2017.

Pilotos com mais pontos:*
Pos. - Piloto - País - Temporadas - Pontos:
1 - Lewis Hamilton - Reino Unido - 2007–presente - 2308
2 - Sebastian Vettel - Alemanha - 2007–presente - 2176
3 - Fernando Alonso - Espanha - 2001, 2003–presente - 1832
4 - Nico Rosberg - Alemanha - 2006–2016 - 1594,5
5 - Michael Schumacher - Alemanha - 1991–2006, 2010–2012 - 1566
6 - Kimi Räikkönen - Finlândia - 2001–2009, 2012-presente - 1394
7 - Jenson Button - Reino Unido - 2000–2016 - 1235
8 - Felipe Massa - Brasil - 2002, 2004– presente - 1130
9 - Mark Webber - Austrália - 2002-2013 - 1047,5
10 - Alain Prost - França - 1980–1991, 1993 - 798,5

* O sistema de pontuação mudou ao longo dos anos, especialmente a partir da temporada de 2010, na qual a vitória passou de 10 para 25 pontos.

Pilotos com mais Grandes Prêmios disputados:*
Pos. - Piloto - Temporadas - Total de GPs
1 - Rubens Barrichello - Brasil - 1993–2011 - 326
2 - Michael Schumacher - Alemanha - 1991–2006, 2010–2012 - 308
2 - Jenson Button - Reino Unido - 2000–2016 - 308
4 - Fernando Alonso - Espanha - 2001, 2003–presente - 277
5 - Riccardo Patrese - Itália - 1977–1993 - 257
6 - Jarno Trulli - Itália - 1997–2011 - 256
6 - Kimi Raikkonen - Finlândia - 2001–2009, 2012–presente - 256
8 - Felipe Massa - Brasil - 2002, 2004–presente - 255
9 - David Coulthard - Reino Unido - 1994–2008 - 247
10 - Giancarlo Fisichella - 1996–2009 - 231

* Só é considerado a participaçao em Grande Prêmios (GPs) se o piloto tivesse feito parte do grid de largada. Se a prova é paralisada e recomeçada, só a segunda largada é considerada.

Vitórias em Grande Prêmios:
Pos. - Piloto - Temporadas - Total de GPs - Vitórias
1 - Michael Schumacher - Alemanha - 1991–2006, 2010–2012 - 308 - 91
2 - Lewis Hamilton - Reino Unido - 2007–presente - 191 - 54
3 - Alain Prost - França - 1980–1991, 1993 - 202 - 51
4 - Sebastian Vettel - Alemanha - 2007–presente - 182 - 44
5 - Ayrton Senna - Brasil - 1984–1994 - 162 - 41
6 - Fernando Alonso - Espanha - 2001–presente - 277 - 32
7 - Nigel Mansell - Reino Unido - 1980–1992, 1994–1995 - 191 - 31
8 - Jackie Stewart - Reino Unido - 1965–1973 - 100 - 27
9 - Jim Clark - Reino Unido - 1960–1968 - 73 - 25
9 - Niki Lauda - Áustria - 1971–1979, 1982–1985 - 177 - 25

Títulos mundiais da Fórmula 1 por pilotos

7 títulos
Alemanha Michael Schumacher (1994-1995-2000-2001-2002-2003-2004)

5 títulos
Argentina Juan Manuel Fangio (1951-1954-1955-1956-1957)

4 títulos
Alemanha Sebastian Vettel (2010-2011-2012-2013)
França Alain Prost (1985-1986-1989-1993)

3 títulos
Reino Unido Lewis Hamilton (2008-2014-2015)
Brasil Ayrton Senna (1988-1990-1991)
Brasil Nelson Piquet (1981-1983-1987)
Áustria Niki Lauda (1975-1977-1984)
Reino Unido Jackie Stewart (1969-1971-1973)
Austrália Jack Brabham (1959-1960-1966)

2 títulos
Espanha Fernando Alonso (2005-2006)
Finlândia Mika Häkkinen (1998-1999)
Brasil Emerson Fittipaldi (1972-1974)
Reino Unido Graham Hill (1962-1968)
Reino Unido Jim Clark (1963-1965)
Itália Alberto Ascari (1952-1953)

1 título
Alemanha Nico Rosberg (2016)
Reino Unido Jenson Button (2009)
Finlândia Kimi Räikkonen (2007)
Canadá Jacques Villeneuve (1997)
Reino Unido Damon Hill (1996)
Reino Unido Nigel Mansell (1992)
Finlândia Keke Rosberg (1982)
Austrália Alan Jones (1980)
África do Sul Jody Scheckter (1979)
Estados Unidos Mario Andretti (1978)
Reino Unido James Hunt (1976)
Áustria Jochen Rindt (1970)
Reino Unido John Surtees (1964)
Estados Unidos Phil Hill (1961)
Reino Unido Mike Hawthorn (1958)
Itália Giuseppe Farina (1950)
Nova Zelândia Denny Hulme (1967)

Títulos mundiais da Fórmula 1 por país

Pos. - País - Títulos - Pilotos campeões (títulos)
1º - Reino Unido Reino Unido - 16 - Jackie Stewart (3), Lewis Hamilton (3), Jim Clark (2), Graham Hill (2), Mike Hawthorn (1), John Surtees (1), James Hunt (1), Nigel Mansell (1), Damon Hill (1) e Jenson Button (1)
2º - Alemanha Alemanha - 12 - Michael Schumacher (7), Sebastian Vettel (4) e Nico Rosberg (1)
3º - Brasil Brasil - 8 - Nelson Piquet (3), Ayrton Senna (3) e Emerson Fittipaldi (2)
4º - Argentina Argentina - 5 - Juan Manuel Fangio (5)
5º - Austrália Austrália - 4 - Jack Brabham (3) e Alan Jones (1)
5º - Áustria Áustria - 4 - Niki Lauda (3) e Jochen Rindt (1)
5º - Finlândia Finlândia - 4 - Mika Häkkinen (2), Keke Rosberg (1) e Kimi Räikkönen (1)
5º - França França - 4 - Alain Prost (4)
9º - Itália Itália - 3 - Alberto Ascari (2) e Nino Farina (1)
10º - Espanha Espanha - 2 - Fernando Alonso (2)
10º - Estados Unidos Estados Unidos - 2 - Phil Hill (1) e Mario Andretti (1)
12º - África do Sul África do Sul - 1 - Jody Scheckter (1)
12º - Canadá Canadá - 1 - Jacques Villeneuve (1)
12º - Nova Zelândia Nova Zelândia - 1 - Denny Hulme (1)

Títulos da Fórmula 1 de Equipes

Pos. - País - Construtora - Quantidade de títulos - Anos dos títulos
1º - Itália Ferrari - 15 - 1952, 1953, 1956, 1958, 1961, 1964, 1975, 1977, 1979, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004 e 2007
2º - Reino Unido McLaren - 12 - 1974, 1976, 1984, 1985, 1986, 1988, 1989, 1990, 1991, 1998, 1999 e 2008
3º - Reino Unido Williams - 7 - 1980, 1982, 1987, 1992, 1993, 1996 e 1997
4º - Reino Unido Lotus - 6 - 1963, 1965, 1968, 1970, 1972 e 1978
5º - Alemanha Mercedes - 5 - 1954, 1955, 2014, 2015 e 2016
6º - Áustria Red Bull 4 - 2010, 2011, 2012 e 2013
6º - Reino Unido Brabham - 4 - 1966, 1967, 1981 e 1983
8º - Itália Renault - 2 - 2005 e 2006
8º - França Benetton - 2 - 1994 e 1995
8º - Reino Unido Tyrrell - 2 - 1971 e 1973
8º - Reino Unido Cooper - 2 - 1959 e 1960
8º - Itália Maserati - 2 - 1954 e 1957
8º - Itália Alfa Romeo - 2 - 1950 e 1951
14º - Reino Unido Brawn 1 - 2009
14º - França Matra - 1 - 1969
14º - Reino Unido BRM - 1 - 1962

Títulos da Fórmula 1 de Equipes por país

Pos. - País - Quantidade de títulos - Construtoras (títulos)
1º - Reino Unido Reino Unido - 35 - McLaren (12), Williams (7), Lotus (6), Brabham (4), Cooper (2), Tyrrell (2), BRM (1) e Brawn (1)
2º - Itália Itália - 21 - Ferrari (15), Maserati (2), Alfa Romeo (2) e Benetton (2)
3º - Alemanha Alemanha - 5 - Mercedes (5)
4º - Áustria Áustria - 4 - Red Bull (4)
5º - França França - 3 Renault (2) e Matra (1)

História da Fórmula 1

Em breve.

Pilotos brasileiros na Fórmula 1

Confira os recordes as curiosidades dos pilotos brasileiros na Fórmula 1. Dados até abril de 2017.

São 31 os pilotos brasileiros que já participaram da Fórmula 1. Ayrton Senna e Nelson Piquet conseguiram três títulos cada e Emerson Fittipaldi dois. Dos pilotos brasileiros apenas seis venceram um grande prêmio (Ayrton Senna, Nelson Piquet, Emerson Fittipaldi, José Carlos Pace, Rubens Barrichello e Felipe Massa).

Pos. - Piloto - Naturalidade - Temporadas - Equipes - Corridas (Largadas) - Vitórias - Pole positions - Pódios - Pontos - Títulos
1 - Ayrton Senna - SP - 11 - 4 - 162 (161) - 41 - 65 - 80 - 610 - 3
2 - Nelson Piquet - RJ - 14 - 5 - 208 (204) - 23 - 24 - 60 - 485,5 - 3
3 - Emerson Fittipaldi - SP - 11 - 3 - 149 (144) - 14 - 6 - 35 - 281 - 2
4 - Felipe Massa - SP - 12 - 3 - 216 (214) - 11 - 16 - 39 - 950 - 0
5 - Rubens Barrichello - SP - 19 - 6 - 326 (324) - 11 - 14 - 68 - 636 - 0
6 - José Carlos Pace - SP - 6 - 3 - 73 (72) - 1 - 1 - 6 - 58 - 0
7 - Bruno Senna - SP - 3 - 3 - 46 - 0 - 0 - 0 - 33 - 0
8 - Felipe Nasr - DF - 2 - 1 - 20 - 0 - 0 - 0 - 27 - 0
9 - Nelson Piquet Jr. - Alemanha - 2 - 1 - 28 - 0 - 0 - 1 - 19 - 0
10 - Roberto Pupo Moreno - RJ - 7 - 9 - 75 (42) - 0 - 0 - 1 - 15 - 0
11 - Cristiano da Matta - MG - 2 - 1 - 28 - 0 - 0 - 0 - 13 - 0
12 - Christian Fittipaldi - SP - 3 - 2 - 43 (40) - 0 - 0 - 0 - 12 - 0
13 - Pedro Paulo Diniz - SP) - 6 - 4 - 99 (98) - 0 - 0 - 0 - 10 - 0
13 - Maurício Gugelmin - SC - 5 - 3 - 80 (74) - 0 - 0 - 1 - 10 - 0
15 - Antônio Pizzonia - AM - 3 - 2 - 20 - 0 - 0 - 0 - 8 - 0
16 - Wilson Fittipaldi Jr. - SP - 3 - 2 - 38 (35) - 0 - 0 - 0 - 3 - 0
16 - Ricardo Zonta - PR - 4 - 3 - 37 (36) - 0 - 0 - 0 - 3 - 0
18 - Nano da Silva Ramos - França - 2 - 1 - 7 - 0 - 0 - 0 - 2 - 0
19 - Chico Landi - SP - 4 - 2 - 6 - 0 - 0 - 0 - 1,5 - 0
20 - Chico Serra - SP - 3 - 2 - 33 (18) - 0 - 0 - 0 - 1 - 0
21 - Ricardo Rosset - SP - 2 - 2 - 33 (26) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Raul Boesel - PR - 2 - 2 - 30 (23) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Enrique Bernoldi - PR - 2 - 1 - 29 (28) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Tarso Marques - PR - 3 - 1 - 26 (24) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Alex Dias Ribeiro - MG - 3 - 3 - 20 (10) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Lucas Di Grassi - SP - 1 - 1 - 19 (18) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Luciano Burti - SP - 2 - 2 - 15 - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Ingo Hoffmann - SP - 2 - 1 - 6 (3) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Gino Bianco - Itália - 1 - 1 - 4 - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Fritz d'Orey - SP - 1 - 2 - 3 - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
21 - Luiz Pereira Bueno - SP - 1 - 1 - 1 - 0 - 0 - 0 - 0 - 0

Pilotos portugueses na Fórmula 1

Confira os recordes as curiosidades dos pilotos portugueses na Fórmula 1. Dados até abril de 2017.

São quatro os pilotos portugueses que já participaram da Fórmula 1. Tiago Monteiro tem o melhor desempenho dos pilotos portugueses na F1 com sete pontos e um pódio em 37 corridas disputadas.

Pos. - Piloto - Naturalidade - Temporadas - Equipes - Corridas (Largadas) - Vitórias - Pole positions - Pódios - Pontos - Títulos
1 - Tiago Monteiro - Porto - 2 - 2 - 37 - 0 - 0 - 1 - 7 - 0
2 - Pedro Lamy - Alenquer - 4 - 2 - 32 - 0 - 0 - 0 - 1 - 0
3 - Pedro Chaves - Porto - 1 - 1 - 13 (0) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
4 - Nicha Cabral - Cedofeita - 4 - 2 - 05 (4) - 0 - 0 - 0 - 0 - 0

Por que o automobilismo não é um esporte olímpico?

O regulamento do Comitê Olímpico Internacional (COI) prevê que "qualquer esporte, disciplina ou evento em que o desempenho dependa essencialmente de propulsão mecânica não será aceito". Entretanto, o automobilismo é reconhecido como esporte pela entidade máxima olímpica desde 2011.

O esporte a motor participou apenas duas vezes nos Jogos Olímpicos da Era Moderna. A primeira, nos Jogos Olímpicos de 1900, em Paris, em 1900, como um conjunto de demonstrações de diversas modalidades; e a segunda na Olimpíada de Londres de 1908, que envolveu três eventos de motonáutica de modo oficial. Foi a única fez na história olímpica que um esporte a motor foi disputado oficialmente.


Leia também

 

Aeroportos Radicais! As pistas de pouso e decolagem mais extremas!

Conheça os aeroportos mais radicais do mundo. Selecionamos as pistas de pouso e decolagem mais extremas de todo o mundo. Estão incluídas as pistas que são curtas, arriscadas, aviões que passam sobre a sua cabeça na praia, pistas que cruzam ruas de veículos e com semáforos para o trânsito, pistas próximas a penhascos, montanhas, entre montanhas e o mar, construídas sobre pontes, no gelo e até em areia. Confira no vídeo:

Fonte do vídeo: quetalviajar

Quem somos

O QuadroDeMedalhas.com é um site de todos os esportes. Fundado em 2006 por pessoas que gostam e admiram os mais diversos eventos esportivos. Confira aqui a programação, história, regras e as principais competições esportivas.


Contato

Sugestões? Informar erros? Dúvidas? Entre em contato.

Próximos Eventos Esportivos

Copa das Confederações - Rússia 2017
Copa das Confederações - Rússia 2017 Copa das Confederações
Pan-Americano - Lima 2019
Pan-Americano - Lima 2019 Jogos Pan-Americanos
Eurocopa 2020
Eurocopa 2020 Eurocopa